10 filmes com 10 belos plot-twists que você deveria assistir

Eu sou um amante de plot-twists, aquelas grandes reviravoltas que acontecem no final dos filmes fazendo com que tudo o que estava confuso durante a projeção faça sentido. (ou, em alguns casos, se torne ainda mais confuso)

Como fã desses deliciosos momentos que, para mim, são equivalentes a orgasmos mentais, separei uma lista com 10 filmes e 10 plot-twists excelentes que você deveria assistir.

Antes de começar, devo citar duas obras-primas nesse estilo que apenas não citarei na lista pois acredito que a maioria dos leitores já assistiram (ou, tragicamente, já sabem do final antes de terem assistido), obviamente falo de O Sexto Sentido e Clube da Luta.

Lembrei desses dois filmes aqui no post, pois seria um pecado escrever sobre plot-twists do cinema sem sequer citá-los. Caso você curiosamente ainda não tenha os assistido e não saiba como eles acabam, faça-me o favor de largar a mão de ser trouxa e vai assistir, agora!

Ok, vamos começar com a lista. Só lembrando que, por razões óbvias, não irei entrar em muitos detalhes sobre os filmes, procurando não estragar a experiência daqueles que irão assistir.

 

 

10 – Ilha do Medo

(Shutter Island, 2010), dir. Martin Scorsese

images

Incomum ver Scorsese dirigindo um suspense psicológico. Mas este excelente Ilha do Medo prova, mais uma vez, o quão versátil é esse gênio.

O filme é baseado no livro “Paciente 67”, do autor Dennis Lehane, e conta a história do Detetive Edward Daniels (Leonardo DiCaprio), que, junto com seu parceiro Chuck Aule (Mark Ruffalo), é encarregado de investigar o misterioso e inexplicável desaparecimento de um dos pacientes no Shutter Island, um hospital psiquiátrico situado em uma ilha de Boston, dirigido pelo Dr. John Crawley (Ben Kingsley). Conforme a investigação se desenrola, mais perguntas vão surgindo, culminando em um clímax onde a interpretação do final do longa fica a critério do expectador.

 

9 – Seven – Os Sete Crimes Capitais

(Se7en, 1995), dir. David Fincher

1597170648_1371434587

Já para David Fincher, o tema suspense psicológico já é muito mais comum e recorrente em sua filmografia. E de plot-twists o cineasta entende, não à toa dirigiu o antes citado Clube da Luta. Mas, 4 anos antes, Fincher havia dirigido o não menos brilhante Seven, um dos thrillers policiais mais inteligentes já vistos no cinema.

A trama se centra nos detetives William Somerset (Morgan Freeman) e David Mills (Brad Pitt), encarregados de prender um misterioso serial killer, cujo modus operandi é assassinar suas vítimas cruelmente baseado nos 7 pecados capitais que constam na Bíblia. Estes são: Gula, Avareza, Luxúria, Ira, Inveja, Preguiça e Orgulho.

Mergulhando em muito Dante Alighieri, os detetives tentam desvendar os próximos passos do psicopata antes que seja tarde demais, sem imaginar o que os aguarda em um dos finais de filme mais brilhantes que este que vos escreve teve a oportunidade de contemplar.

 

8 – Cidade dos Sonhos

(Mulholland Dr., 2001), dir. David Lynch

mulhollanddrive

Agora falemos de um filme do gênio que praticamente criou um novo estilo cinematográfico: o Lynchiano.

Este Cidade dos Sonhos não é um filme de suspense convencional. Como podemos chamá-lo? Suspense surreal? Talvez seja o melhor termo. Nele, Lynch nos enche de imagens provenientes de sonhos e da recorrente incerteza se o que estamos presenciando é real ou não. O diretor rega a projeção de pistas subjetivas que ajudam os telespectadores mais atentos a entender as situações.

O plot do filme é o seguinte: após sofrer um acidente de carro em Mulholland Drive, uma jovem misteriosa (Laura Harring) perde a memória.

Após vagar pelos arredores de Hollywood, sem rumo, ela conhece Betty Elms (Naomi Watts), uma aspirante a atriz que se comove com sua situação e decidi ajudá-la a recobrar sua memória e sua identidade.

Não irei dizer que este é um filme que requer “paciência” do expectador, pois seria como se eu estivesse culpando o filme e David Lynch por chatice. Se você estiver a fim de uma experiência cinematográfica desafiadora e intrigante, Mulholland Dr. se revelará totalmente satisfatório.

Uma curiosidade: no DVD original há um extra chamado  “David Lynch’s 10 Clues to Unlocking This Thriller”, com 10 dicas para assistir à projeção que são as seguintes:

  1. No começo do filme, antes dos créditos, duas pistas são reveladas.
  2. Fique atento quando aparece o abajur vermelho.
  3. Qual o título do filme, para qual o personagem Adam Kesher está realizando teste de elenco? Ele será mencionado mais uma vez durante o filme?
  4. O acidente é um importante acontecimento no filme. Onde ele acontece?
  5. Quem entrega a chave e porquê?
  6. Fique atento para o roupão, o cinzeiro e a caneca de café.
  7. Qual mistério é revelado no palco do “Club Silencio”?
  8. Somente o talento de Camilla pode ajudá-la?
  9. Fique atento para o objeto que está nas mãos do estranho homem que vive perto da lanchonete “Winkie”!
  10. Onde está tia Ruth?

 

7 – Oldboy (2003), dir. Park Chan-wook

Oldboy-Coreano

Antes de começar a falar sobre o filme deixe-me advertir: PELO AMOR DE DEUS! NÃO CONFUNDAM COM O REMAKE DIRIGIDO SPIKE LEE (GRATUITA: O BABACA QUE NÃO ENTENDEU DJANGO), DE 2013!!!

Ok, agora comecemos a falar desta bela obra, baseada em um mangá japonês homônimo,  escrito por Nobuaki Minegishi e Garon Tsuchiya.

Na trama, um homem chamado Oh Dae-su é misteriosamente sequestrado e mantido em cativeiro sem nenhuma explicação por 15 anos. Após conseguir “escapar”, ele decide ir atrás de seu raptor em busca de respostas e, claro, de vingança.

Não há muito mais o que se falar sobre o longa sem revelar peças importantes. Por isso, se você gosta do tema “vingança” e, claro, de plot-twists, Oldboy irá se revelar uma obra-prima do gênero.

 

6 – Amnésia

(Memento, 2000), dir. Christopher Nolan

polaroid

O segundo longa dirigido por Christopher Nolan, com o roteiro escrito pelo mesmo baseado no conto “Memento Mori”, escrito por seu irmão Jonathan Nolan.

O filme conta a história de Leonard Shelby (Guy Pearce), um sujeito que sofre de amnésia recorrente a uma pancada na cabeça, proveniente de um assalto que acabou matando sua mulher, perdendo suas lembranças do que aconteceu após o evento em questão de minutos.

Em busca de vingança pessoal, Leonard cria um método para que possa sempre se lembrar das pistas de sua investigação, que o deixam cada vez mais próximo do assassino.

O que torna a trama tão interessante e aclamada, é o fato de que ela, embora não seja tão complexa, é narrada de forma totalmente não-linear.  Literalmente de trás para frente! Nolan, como um mestre dos plot-twists, não decepciona com um final surpreendente.

 

5 – Os Suspeitos

(The Usual Suspects, 1995), dir. Bryan Singer

1597170648_1371434587

Em 1995, o diretor Bryan Singer dos X-Men e do Superman Returns (risos), dirigiu uma das melhores coisas da década de 90, acreditem. Um suspense policial, narrado de forma não-linear, cheio de flashbacks, no qual um criminoso chamado Verbal Kint (Kevin Spacey, genial), único sobrevivente de um massacre ocorrido em um navio após uma tentativa de assalto, é interrogado e narra os complexos que fizeram com que ele e seus comparsas tentassem realizar o mal-sucedido assalto.

Ao final do longa, somos brindados com um plot-twist que é uma verdadeira foda mental.

 

4 – Donnie Darko (2001), dir. Richard Kelly

Donnie-Darko

A década passada foi um prato cheio para o cinema no quesito plot-twists. 6 dos filmes citados nesta lista pertencem à época. Mas é impossível falar sobre tramas inteligentes, com grandes reviravoltas, sem se lembrar do insanamente brilhante Donnie Darko.

Contanto com um Jake Gyllenhaal (juro que escrevi o nome dele de cabeça, sem olhar no google) novinho, a premissa é sobre um jovem problemático chamado Donnie Darko, que certa noite é atraído para fora de casa por um misterioso coelho gigante, fato que o salva de um bizarro acidente, onde uma turbina de avião atingiria seu quarto com ele dentro, caso não tivesse saído.

O coelho ainda o diz que o mundo acabará em poucos dias, fazendo com que Donnie fique obcecado em salvá-lo, mergulhando em assuntos como viagem no tempo, com direito a referências à obra de Stephen Hawking.

Interessantíssimo em todos os aspectos do início ao fim, Donnie Darko é um verdadeiro exercício mental, com um final surpreendente. Caso você não consiga compreender o filme, não fique triste. Há diversas teorias na internet e você pode discutir com seus amigos e também deixar comentários sobre as suas teorias aqui no post.

 

3 – O Grande Truque

(The Prestige, 2006), dir. Christopher Nolan

Le Prestige

Pessoalmente, meu filme favorito de Nolan, que aparece pela segunda vez aqui no mesmo top 10, não à toa. Mestre dos plot-twists, Nolan sempre explode nossas mentes quando tem a chance. E, neste O Grande Truque, como ele explode nossas mentes!

A trama é sobre dois ilusionistas: Robert Angier (Hugh Jackman) e Alfred Borden (Christian Bale), cuja rivalidade vai se tornando cada vez mais insustentável, fazendo com que não apenas compitam para provar quem é o melhor mágico, mas também com que tentem destruir um ao outro.

Quando Alfred apresenta um inovador e brilhante truque, Robert fica obcecado em descobrir seu segredo, sacrificando tudo simplesmente para superar o rival.

Um final de mestre (com mais de uma reviravolta, diga-se de passagem, claro que apenas a última é o verdadeiro plot-twist), digno de colocar o brilhante Christopher Nolan aqui no terceiro lugar de nossa lista.

2 – Psicose

(Psycho, 1960), dir. Alfred Hitchcock

psycho-anthony-perkins-as-norman-bates

Fãs de cinema clássico, desde já me perdoem pelo fato de este ser o único filme antigo citado aqui na lista. Acontece que ela é algo bastante pessoal e, o único filme realmente clássico nesse estilo que julguei necessário citar é Psicose, a obra-prima de Alfred Hitchcock.

Este filme trouxe a mundo uma das figuras mais ilustres da história dos filmes de suspense/terror: o psicopata Norman Bates. Talvez o primeiro grande psicopata do cinema.

Embora tenha sido lançado em 1960 (e filmado em preto e branco), isso não faz com que seja um filme “datado”. O que quero dizer é que, embora antigo, a sensação única que o suspense de Hitchcock proporciona é muito atual. E o plot-twist? O plot-twist é uma das coisas mais extraordinárias que já assisti.

Embora saibamos que Norman Bates é o psicopata, devido à sua fama através dos anos, mesmo que você o filme pela primeira vez hoje, nunca verá aquele final chegando. Acredite em mim.

A trama é a seguinte: após roubar uma certa quantia em dinheiro de seu patrão, Marion Crane (Janet Leigh) foge da cidade, hospedando-se num motel de beira de estrada chamado “Bates Motel”. Lá, ela conhece Norman Bates (Anthony Perkins), um estranho, mas gentil, homem.

Enquanto tomava um banho, Marion é brutalmente assassinada na icônica cena do chuveiro, dando início a uma série de investigações.

 

1 – Magnólia

(Magnolia, 1999), dir. Paul Thomas Anderson

magnolia-5222afd0b6d7d

A obra-prima de Paul Thomas Anderson figura aqui no topo de minha listas por razões bem pessoais. Talvez você possa achar os demais plot-twists melhores que o deste aqui. Se for o caso, não leve essa lista como se ela fosse por ordem de relevância. A ordem de relevância realmente existe, mas só na minha mente. Quanto a você leitor, apenas tome a lista como meras indicações, sem uma ordem de qualidade estabelecida pelos números em que os filmes aparecem.

Este filme é uma daquelas coisas únicas do cinema, nas quais a vida de diversos personagens diferentes entre si é narrada simultaneamente, culminando num clímax onde, de alguma maneira, suas vidas são conectadas por algum acontecimento.

É assim que descrevo Magnólia, um filme de 3 horas de duração que jamais se torna tedioso. Pelo contrário, acompanhar o drama, frustrações, amores, medos e traumas dos personagens na visão de Paul Thomas Anderson é uma experiência fascinante.

Um aviso de importância fundamental: após assistir o filme, abra a Bíblia (caso você não tenha uma, há sites online para isso), SÉRIO! Abra a Bíblia em Êxodo 8:2. É importante prestar atenção na quantidade de vezes em que os números “8 e 2” aparecem juntos ao longo da projeção. Então, você abre a Bíblia em Êxodo 8:2 e terá uma surpresa que irá, de fato explodir seus miolos.

 

 

É isso aí, essa foi a lista de um amante de plot-twists. Se você acha que eu me esqueci de citar algum filme fundamental, comente ali embaixo. Talvez eu também não tenha assistido e me surpreenda.

Abraço!

 

 

 

 

Já chegaram aqui procurando por:

  • o que é plot twist
  • filmes com plot twist
  • plot twist o que e
  • plot twist filmes
  • plot twist
  • filmes plot twist
  • plot twist significado
  • filmes com plot twist netflix
  • plot twist netflix
  • melhores plot twist

Share this post

Vinicius Honorato

Vinicius Honorato

"Se eu prefiro ser temido ou amado? Fácil! Ambos. Eu quero que as pessoas tenham medo do quanto elas me amam."

  • André

    Cara lista genial! Assisti praticamente todos, só falta Os Suspeitos e Donnie Darko que todo mundo fala mas que nem li pra não tomar spoiler. Quando sei que um filme tem um grande spoiler evito ler qualquer coisa relacionada a ele e funciona já que não tinha tomado spoiler de nenhum desses filmes antes de assistir. E como você mesmo diz não devemos levar a lista como uma ordem porque só tem filmes geniais na lista. E o primeiro lugar é bem merecido, PTA é um gênio e essa é sua obra de arte em minha opinião, 3h nunca forão tão rápidas. E quanto a “Cidade dos Sonhos” confesso que quando assisti ingenuinamente achando ser apenas mais um filme não entendi nada, foi o primeiro filme que assisti do Lynch e não tinha ideia de quão complexo seria, mas depois de assistir novamente prestando MUITA atenção em cada detalhe percebe-se que é um filme genial.

  • Portador do Cajado da Verdade

    Cara, ótima lista. Magnólia é um de meus filmes favoritos.

    Escrevo para um blog, e lá fiz 2 listas de Plot Twists. A primeira, com filmes mais corriqueiros, e a segunda, com filmes menos conhecidos.

    Dê uma olhada. Pode ser que você não tenha visto algum dos que listei:

    http://minhavisaodocinema.blogspot.com.br/2016/01/top-10-plot-twists-parte-ii.html