“Você é Um Babaca, Bernardo” é um quadrinho sobre rotina e acomodação

Depois de algum tempo em nossos empregos ou em nossas vidas de forma geral, ficamos presos a uma rotina muitas vezes cansativa e sem graça. Pegamos um ônibus até o trabalho, ficamos por lá durante 9 horas em um dia estressante e cansativo onde perdemos a cabeça, voltamos pra casa e assistimos um pouco de tv para relaxar.

Toda essa rotina exaustiva nos torna acomodados, mas tudo pode mudar de repente… e é exatamente sobre isso que “Você é Um Babaca, Bernardo” se trata. A rotina banal do personagem principal é representada de forma espetacular em páginas sem quadros feitas pelo talentosíssimo Alexandre Lourenço.

voce-e-um-babaca-bernardo-amor

O quadrinho explora diversos momentos da vida de Bernardo, um rapaz comum com um emprego qualquer vivendo uma vida sem aventuras. Bernardo pode ser você, Bernardo pode ser eu, Bernardo pode ser qualquer pessoa acomodada.

Mas tudo muda na vida de nosso protagonista qualquer quando o amor entra em ação. É somente quando nos apaixonamos que começamos a viver a vida de uma nova maneira. Somos obrigados a nos adaptar, a viver um pouco pelo outro e a dar valor em pequenos momentos. Mas será que a rotina e a acomodação não volta a bater na porta?

“Você é Um Babaca, Bernardo” é um quadrinho que tenta quebrar a linguagem comum do seu meio e consegue facilmente. Um deslumbre visual sobre nosso cotidiano fútil. Vale a pena sair da rotina e ler esse quadrinho.

COMPRAR

voce-e-um-babaca-bernardo-alexandre-lourenco


A HQ de Alexandre Lourenço é o 19º quadrinho publicado pela editora Mino em menos de dois anos de existência. Dentre os maravilhosos títulos da editora estão Uma Noite em L’Enfer, O Diabo e Eu, Quadrinhos Insones e Shaolin Cowboy (Geof Darrow).

Roteiro9
Narrativa sequencial10
Arte10
Formato9
9.5

Share this post

Gabriel Gnann

Gabriel Gnann

Criador do Entretenimento Ácido e essa não foi nem a minha pior ideia! Se eu não estiver reclamando de alguma coisa, pode ter certeza que há algo muito errado comigo.