Histeria: O retrato inusitado do encontro de Freud e Salvador Dalí

Revivendo um dos grandes casos do pai da psicanálise

Como seria o encontro entre o pai da psicanálise e o mestre do surrealismo? Em cartaz em São Paulo, a comédia Histeria retorna para retratar esta união e é um programa obrigatório para quem gosta de teatro. A convite da Morente Forte, fomos conferir a peça e contaremos um pouco sobre a experiência.

A trama se passa na Inglaterra, onde Freud recebe a visita inesperada de Salvador Dalí, sendo obrigado a reviver um dos seus maiores casos confrontado por uma jovem que invade a sua casa no meio da noite. Parece loucura, mas é um pouco mais que isso. A entrega dos atores é tão intensa quanto o roteiro da peça.

Cassio Scapin interpreta Salvador Dalí e impressiona com a capacidade de atuação. O ator, que ficou famoso por viver o Nino no Castelo Rá-Tim-Bum, rouba a cena e entrega um dos seus melhores papeis já vividos. Erica Montanheiro tem uma sequencia de te prender na cadeira enquanto narra passagens de um diário. Norival Rizzo entrega a experiência e sensatez de Freud, além de Milton Levy que interpreta o médico e amigo próximo de Freud.

Utilizando a linguagem do humor, onde a comunicação é privilegiada para que o público possa mergulhar em temáticas complexas e não cotidianas, o autor coloca “respiros dramatúrgicos” para que reflexões mais profundas possam ser feitas. Artimanha usada para, em seguida, arremessar a plateia em mais uma vertiginosa sequência de situações hilariantes e de apelo popular. Uma grande demonstração da elaborada carpintaria teatral de Terry Johnson.

Depois de assistir e se encantar com a montagem em Paris, Jô Soares traduziu o texto e dirige a versão brasileira da comédia consagrada pelo mundo. O espetáculo segue em cartaz no Shopping Frei Caneca, em curta temporada.

Serviço:

HISTERIA

Teatro Shopping Frei Caneca – São Paulo
Sexta e sábado às 21h, domingo às 19h
Ingressos: R$80 (inteira) e R$40 (meia)
Mais informações no site

Share this post

Felipe Fischer

Felipe Fischer

Apaixonado por filmes, séries, música, cultura geral, debates, teorias e boêmia.