Exodemon: Uma ótima mistura do que há de melhor no retrô e no moderno!

E o melhor de tudo: 100% brasileiro.

Exodemon é um FPS produzido pela Kuupu, um estúdio brasileiro, cheio de influências fortes como Doom, Quake, Heretic e afins, misturando gráficos 3D com sprites 2D num ritmo extasiante, recheado de puzzles e hordas de monstros.

Nessa fantástica homenagem aos clássicos dos anos 90, assumimos o controle de um cientista afetado por forças demoníacas que precisa sobreviver e atravessar exércitos caóticos que infestam as enormes instalações. Inicialmente, foi desenvolvido por uma única pessoa, Roni Silva, para a Ludum Dare 35 em 72 horas, mas o feedback foi tão positivo que ele resolveu transformá-lo num jogo completo, aumentando a equipe com a Carolina ‘Kaol’ Porfírio – que talvez vocês conheçam do projeto Fight Like a Girl (e se não conhece, deveria).

O jogo conta com algumas fases e constantes updates, mas já é o suficiente para você se divertir e experimentar um pouco do que ainda tem por vir. Power ups, montanhas de monstros, pulos, movimentação frenética, tudo isso alimenta aquele gostinho de Doom e Unreal. Seguindo nessa linha, o jogo se mantém o tempo todo bem agressivo e veloz, te matando sem hesitar: Mas só pra você reiniciar o checkpoint e tentar uma nova tática, sem maiores penalidades. Já que Exodemon é um jogo de gráficos simples e engine direta, não existem problemas com carregamentos compridos, então morrer e voltar faz parte do ciclo. Por conta da rapidez que o conjunto mecânico nos proporciona, temos uma velocidade alta do movimento, da câmera e uma excelente resposta dos controles: taí o segredo do ritmo acelerado e a fórmula que fez Doom e derivados dar tanto certo.

A carga de puzzles é interessante, e até mesmo matar e correr se torna um puzzle. Há momentos em que seus reflexos rápidos são o necessário, assim como em outros, a precisão é o que conta. Independente de como resolver, o desfecho será gratificante e te dará vontade de prosseguir.

Os gráficos são uma mistura de 2D com 3D que funciona muito bem e melhora o desempenho do jogo. Por exemplo, quando circular um inimigo, você terá a impressão que ele está sempre te acompanhando e não para de te olhar – mas é só uma questão mecânica que, pra mim, funciona muito bem e adiciona mais belezas à estética do gráfico.

Se você quer uma experiência nova com o espírito old school, Exodemon se encaixa perfeitamente às suas necessidades. Por ser um jogo com pouco conteúdo – por enquanto – e feito de gráficos simples, ele não é nada pesado e você pode rodar tranquilamente, mesmo que seu PC não seja um jato e sua internet seja na base do conta-gotas. Vale à pena checar e acompanhar o projeto!

Share this post

Felipe Ramos

Felipe Ramos

Designer, pirata espacial, baixista e weeaboo softcore. Frases de efeito são a essência da minha alma.